AirSov

    Dmitri Medvedev anuncia plano de modernização militar da Russia

    Compartilhe
    avatar
    SilentKilla
    Admin

    Mensagens : 191
    Data de inscrição : 09/01/2009
    Idade : 35
    Localização : Algés,Lisboa

    Dmitri Medvedev anuncia plano de modernização militar da Russia

    Mensagem  SilentKilla em Qua Mar 18, 2009 7:07 am



    Dmitri Medvedev, Presidente da Rússia, declarou que a guerra na Ossétia do Sul mostrou a necessidade do seu país modernizar as suas Forças Armadas.
    Num encontro realizado com os comandantes das regiões militares da Rússia, realizado na cidade de Orenburgo, o dirigente russo anunciou que, até ao fim do ano, deverá ser elaborado um plano de acções com vista à reorganização das Forças Armadas do país.
    Medvedev defendeu “a necessidade de, até 2020, resolver o problema da dissuasão nuclear”.
    “Até 2020 deverá ser garantida a solução da dissuasão nuclear em diferentes situações político-militares, bem como o fornecimento complexo de novos tipos de armamentos e de meios de reconhecimento”, precisou.
    Medvedev anunciou que o seu país tenciona criar um sistema de defesa aéreo-espacial.
    Além disso, revelou que a Rússia vai começar a construir em série submarinos nucleares que portarão mísseis de cruzeiro.
    “Está planeada a construção em série de vasos de guerra, em primeiro lugar cruzeiros submarinos atómicos com mísseis de cruzeiro e submarinos multifuncionais”, acrescentou.

    Ora para nós Reenactors Russos,isto poderá querer dizer que em breve vamos ter de também nós actualizar os nossos Soviet Kits Twisted Evil


    Última edição por SilentKilla em Qua Mar 18, 2009 7:17 am, editado 1 vez(es)


    _________________

    avatar
    SilentKilla
    Admin

    Mensagens : 191
    Data de inscrição : 09/01/2009
    Idade : 35
    Localização : Algés,Lisboa

    Re: Dmitri Medvedev anuncia plano de modernização militar da Russia

    Mensagem  SilentKilla em Qua Mar 18, 2009 7:15 am

    No seguimento desta notícia:

    "A Rússia quer iniciar em 2011 o rearmamento das forças armadas. O anúncio do presidente Medvedev foi justificado pela necessidade de responder às novas ameaças entre as quais o terrorismo e o alargamento da OTAN.

    O anúncio do rearmamento russo foi feito, ontem, pelo presidente Dmitri Medvedev na reunião alargada da assembleia do Ministério da Defesa. "A análise da situação político-militar do Mundo mostra que, numa série de regiões, se mantém um sério potencial de conflito, mantêm-se ameaças, geradas por crises locais e pelo terrorismo internacional e não param as tentativas de alargar as infra-estruturas militares da OTAN para perto das fronteiras da Rússia", declarou o presidente russo.

    Medvedev sublinhou a importância do papel dos mísseis estratégicos, afirmando que em primeiro lugar se deveria melhorar "a capacidade de resposta militar, sobretudo das forças nucleares estratégicas". "As forças de dissuasão nuclear deverão garantir o cumprimento de todas as suas tarefas para assegurar a segurança militar da Rússia", afirmou o presidente.

    O líder do Kremlin admitiu que "os acontecimentos na Ossétia do Sul foram um sério teste" para as forças armadas. Segundo fontes militares russas, Moscovo teria perdido cerca de 70 soldados, sete aviões e uma dezena de tanques e blindados.

    "É preciso deixar de reparar equipamento velho e comprar equipamento novo", afirmou o presidente, adiantando que, apesar da crise, não haverá alteração nos planos de investimento deste sector.

    "No ano passado, já foi possível apetrechar com equipamento moderno uma série de unidades militares, e a partir de 2011 inicia--se o rearmamento em larga escala do Exército e da Marinha". Medvedev declarou ainda que se devia aumentar o número de exercícios militares "sem lamentar o dinheiro que aí se gasta".

    No entanto, as declarações do presidente russo não parecem ter levantado preocupações do outro lado do Atlântico. "A Rússia é um estado soberano, capaz de garantir a sua defesa", comentou o porta-voz do Ministério da Defesa norte-americano, Jeff Morell, adiantando que no Pentágono sempre seguem com atenção a forma como "outros neste planeta se rearmam". Na sua opinião, o que é fundamental é que "tudo se faça de forma transparente", mas sublinhou que "temos boas relações militares com os russos".

    Recorde-se que, a partir do Verão de 2007, a Rússia retomou os voos regulares dos bombardeiros estratégicos de longo curso, e tem vindo a efectuar uma série de testes em novos mísseis estratégicos, capazes de transportar ogivas nucleares múltiplas, com trajectórias variáveis."

    Fonte: www.sapo.pt

    e ainda...:

    "Rússia assinou contrato para fornecer mísseis ao Irão

    A Rússia assinou um contrato de fornecimento ao Irão do sistema de defesa anti-aéreo S-300, mas ainda não forneceu, até hoje, mísseis a esse país, declarou às agências russas uma fonte anónima do Serviço Federal russo de Cooperação Técnico-Militar.
    “Por enquanto ainda não foram entregues ao Irão os complexos S-300, fabricados no quadro do contrato assinado há dois anos atrás. Mas o contrato está a ser gradualmente cumprido”, disse a fonte.

    “O posterior cumprimento do contrato dependerá em muito da situação internacional criada e da decisão da direcção do país”, acrescentou a fonte do serviço que controla a exportação de armas russas.

    Segundo a fonte, “a Rússia está interessada no cumprimento deste contrato, avaliado em centenas de milhões de dólares”.

    A suspensão da cooperação militar entre Moscovo e Teerão, nomeadamente no campo do fornecimento de armamentos modernos, é uma das condições avançadas pela nova administração norte-americana para rever a decisão de instalar elementos de um sistema de defesa anti-míssil na Polónia e República Checa.

    Depois das declarações duras e agressivas de Dmitri Medvedev, pronunciadas terça-feira num encontro com generais russos, onde o Presidente russo prometeu “um forte rearmamento” das Forças Armadas da Rússia a partir de 2011, principalmente das forças nucleares estratégicas, como resposta ao alargamento da NATO, Moscovo dá hoje um sinal positivo.

    “As revelações hoje feitas pela fonte anónima, que são credíveis porque estão a ser divulgadas pelas grandes agências oficiais de informações russas, visam desanuviar a situação nas vésperas do encontro de Medvedev e (o presidente norte-americano Barack) Obama, equilibrar o discurso do Kremlin”, declarou à Lusa uma fonte diplomática em Moscovo.

    Os presidentes russo e norte-americano irão encontrar-se em Londres a 01 de Abril, à margem da reunião do G-20."

    Fonte: http://www.acorianooriental.pt/


    _________________

    avatar
    Sturm

    Mensagens : 102
    Data de inscrição : 04/02/2009
    Idade : 29
    Localização : Porto

    Re: Dmitri Medvedev anuncia plano de modernização militar da Russia

    Mensagem  Sturm em Qua Mar 18, 2009 3:30 pm

    2º guerra fria a chegar brevemente... Rolling Eyes
    avatar
    WidowMaker

    Mensagens : 194
    Data de inscrição : 17/01/2009
    Idade : 36
    Localização : ilha de São Miguel

    Re: Dmitri Medvedev anuncia plano de modernização militar da Russia

    Mensagem  WidowMaker em Qua Mar 18, 2009 4:04 pm

    Li uma vez que na altura que Putin tinha sido eleito Presidente que houve um grande aumento de dinheiro para o exército Russo mas que apesar de se atirar biliões para o exército apenas uma pequena parte desse dinheiro chegava mesmo onde era preciso, o resto perdia-se graças à corrupção e má gestão. Enquanto isso o hazing continua nas casernas Russas, os recrutas tentam de todas as formas fugir à recruta e consegue-se qualquer coisa militar se o preço for certo.

    Vamos a ver no que isso vai dar e se vai crescer coisinhas para nós os airsofters, se eles não precisarem mais eu fico Twisted Evil

    Conteúdo patrocinado

    Re: Dmitri Medvedev anuncia plano de modernização militar da Russia

    Mensagem  Conteúdo patrocinado


      Data/hora atual: Sab Out 20, 2018 11:35 pm